CENTRO COMPÊTENCIAS CABO VERDE

Energias renovaveis e Manutençao Industrial

Entrevista com Edson Mendes

Autor: CdC 3C

As mudanças climáticas que estamos presenciando no nosso dia a dia, são consequências da poluição mundial decorrentes das emissões dos gases de efeito estufa e apontam uma crise ambiental preocupante. Os habitantes do planeta devem reunir todos os esforços no sentido de o preservar e neste contexto, as energias renováveis aparecem como alternativa para reduzir os efeitos dessa crise.

Edson Mendes, não foge a regra dos que preocupam com o nosso meio ambiente, e mostra-nos como podemos reutilizar a nossa energia, de forma segura e limpa. Diretor Geral Adjunto do Centro Competências Cabo Verde, disponibiliza às empresas, serviços de consultoria para melhorar o desempenho energético e a eficiência energética.

Para começar, poderia nos dizer quem é Edson Mendes e o seu percurso até hoje?

Sou Diretor Geral Adjunto do Centro Competências Cabo Verde e também responsável direto dos serviços de formação e toda parte administrativa e financeira do CdC 3C. Mestre em Energias e Ambiente, especialista em energias renováveis e eficiência energética, acredito que a eficiência energética, aliado as energias renováveis, deve ser o pilar da estratégia política de transição energética de Cabo Verde.

O que é Centro Competências Cabo Verde ?

O Centro competências Cabo Verde (CdC 3C) é uma empresa privada, que surgiu a partir de uma parceria estratégica entre o Governo de Cabo Verde, representado pelo CERMI e o Governo Luxemburguês, representado pelo Centro de Competências de Luxemburgo. O CdC 3C pode ser visto como um braço operacional do CERMI, mas com todo o processo de implementação e engenharia de criação de serviço numa lógica e com um standard europeu, a sua intenção é ser um centro de referência para a região da CEDEAO e não só, também pretendemos atuar a nível dos países africanos de expressão portuguesa e obviamente temos pretensão de futuramente atingir outros mercados.

Entrevista com o DGA Edson Mendes, retrospectiva 2020
Edson Mendes DGA
Que funções desempenha o Centro Competências Cabo Verde ?

Centro Competências Cabo Verde é um facilitador da transição energética, uma entidade que fornece as empresas, serviços de consultoria para melhorar o desempenho energético e a eficiência energética, nomeadamente dos processos produtivos, usamos uma abordagem construtiva para fornecer soluções de capacitação e formação com altos padrões de qualidade, apoiando assim os nossos clientes a enfrentar desafios diários de médio e a longo prazo.

A COVID 19 trouxe muitos constrangimentos a nível mundial, como a CdC 3C conseguiu ultrapassar esta situação e que medidas tomaram ?

Com a questão da COVID 19, que obviamente trouxe alguns constrangimentos, portanto o que tínhamos planeado inicialmente, as formações que estavam previstas eram presenciais mas tivemos que mudar e redefinir algumas formações em que passaram a ser programados no formato online, tivemos que repensar e ouve uma fase essencialmente para redefinirmos a nossa estratégia durante o Estado de Emergência, em que avançamos com o tele trabalho e não tivemos muitas dificuldades, visto que o nosso processo de trabalho é digitalizado, mas foi também um momento que aproveitamos para desenvolver proposta de projetos, reforçar a parte de prospeção de novos clientes e parceiros, redefinir as nossas estratégias, trabalhar em alguns procedimentos internos.

Com as medidas tomadas por causa da pandemia, como ocorreu a formação pedagógica dos formadores para a CEDEAO no formato online ?

A formação pedagógica dos formadores para a CEDEAO começou bem, pois estamos a falar de uma ação que veio na sequência das formações técnicas que foram realizadas no ano passado para complementar nas áreas de energia fotovoltaicas, energia solar térmica e eficiência energética sem esquecer da bioenergia que ainda não foi implementada mas será executada brevemente.

Essa formação pedagógica esta sendo administrada em duas línguas, inglês e francês, e a intenção é para que haja quatro ações de formação pedagógica em ambas as línguas.

Que retrospectiva faz do CdC 3C durante o ano de 2020 ?

Em relação a retrospectiva do CdC 3C durante o ano 2020 e os ganhos adquiridos ao longo desse período, tivemos uma meta bastante ambiciosa em termos de implementação de serviços, nomeadamente serviços de formação e de eficiência, mas devido a pandemia, por exemplo, no caso de serviços de eficiência, foi nos impossível implementar alguns serviços para com os os nossos clientes alvos, como a indústria e o sector hoteleiro, devido a fraca atividade de ambos, derivados do Estado de Emergência imposta no país.

Para além disso, durante este ano trabalhamos com o setor bancário, e como já existe um caso da microgeração, passarmos também a ter um serviço de eficiência energética ou seja um cliente que quer investir num dos nossos serviços pode encontrar no sector bancário uma linha de crédito com condições especiais para poderem também apostar de forma confortável na eficiência energética.

Apesar da conjuntura, implementamos mais uma dezena de ações de formação de curta duração, em áreas de grande interesse para os setores de atividade económica nacional. Iniciamos também, a implementação de ações de formação profissional inicial em parceria com o CERMI.

Conseguimos implementar um projeto com São Tomé e Príncipe, que nesse momento está a dar passos para a transição energética e quer apostar fortemente nas energias renováveis e eficiência enérgica, tendo em conta o nosso percurso tendo em conta o nosso percurso (CdC 3C e CERMI).

Esta parceria de partilha e transferência de conhecimento iniciou se com a execução de cinco ações de formação e especialização para técnicos superiores de várias entidades e que trabalham nomeadamente nos setores de energia e água.

Com a determinação de levar o Centro Competências para além fronteira, Edson Mendes aposta fortemente na formação e capacitação para elevar ainda mais o propósito da empresa e abranger todos os setores de atividade económica.    

A intenção é que esses formadores venham a ser futuros embaixadores do Centro Competência Cabo Verde e do CERMI na região